Top 10 Entrevista: Marcus Tatá – Handebol Taubaté

Técnico Marcus Tatá, um dos principais responsáveis pela terceira melhor equipe de handebol do Brasil

Marcus Ricardo de Oliveira tem 33 anos de idade, sendo 15 deles dedicados ao handebol. Mais conhecido como Tatá, técnico e um dos principais responsáveis pela trajetória vitoriosa da equipe da Secretaria de Esportes e Lazer da Prefeitura de Taubaté / TCC/ Unitau/ Unimed/ Milclean/ Tarumã/ Taubaté Handebol. Como jogador defendeu, além do Taubaté, os times de Pindamonhangaba, São José e Vasco da Gama-RJ. Como treinador se dedicou ao time da cidade onde nasceu.

TOP 10: Como iniciou a carreira de jogador?

Tatá: Comecei minha carreira como jogador nas escolinhas do SESI em Taubaté. Lá havia um projeto chamado “atleta do futuro” que tinha como coordenador o professor Nelson Dahdal.

Como foi a sua carreira de atleta?

Meus primeiros passos na modalidade foram nas categorias de base do Taubaté. Depois desse período tive passagens em equipes de cidades vizinhas, como Pindamonhangaba e São José dos Campos. Fui chamado para defender aos cores do Vasco da Gama, onde fiquei até retornar ao Handebol Taubaté.

Como surgiu a ideia de ser técnico?

Quando era jogador do Taubaté eu já dividia algumas funções técnicas ao lado do Dahdal, aí surgiu um convite do José Geraldo Faria, secretário de esportes, para assumir o comando da equipe. No começo foi complicado, já que é difícil largar as quadras, mas ocorreu naturalmente e hoje tenho certeza que fiz a escolha certa.

E como está sendo essa experiência pra você?

Conseguimos vários resultados positivos nos últimos anos. Aos poucos montamos uma grande equipe, estruturamos o handebol na cidade, e temos a certeza que em breve vamos trazer um título a nível nacional para a cidade.

Qual avaliação você faz da temporada 2012?

Esta temporada foi excelente! Nos firmamos como a terceira potência do Brasil. Colocamos cinco atletas na seleção principal, e pelo segundo ano consecutivo conquistamos uma vaga no pan-americano de clubes, competição que este ano ficamos em quinto lugar.

O time conquistou o terceiro lugar no estadual e no nacional, o que você acha que faltou para chegar a uma final?

Bom, para fazermos uma final falta um pouco de maturidade, mas isso já está acontecendo! Temos uma equipe jovem e que está amadurecendo  muito rápido.

Qual o planejamento para 2013?

Para a próxima temporada pretendemos manter a mesma base da equipe. Temos que fortalecer alguns setores que têm algumas posições carentes. Mas, talvez, o principal projeto será o de fortalecer a base e a montagem de uma equipe júnior, que automaticamente será nossa renovação natural.

Apoio: O Handebol Taubaté tem o apoio da Top 10 Assessoria em Comunicação Esportiva, Prefeitura de Taubaté, TCC, Unitau, Unimed, Tarumã, Oversound, Milclean, Seven 3D e RT Sports.

 

 

Compartilhe esta notícia: